MY WALKING WEEKEND

quarta-feira, maio 03, 2017


Olá a todos, penso que esta é (infelizmente) a última vez que digo isto por algum tempo (a menos que trabalhem para um organismo público!), mas espero que este fim-de-semana de três dias tenha sido bom e que tenham aproveitado para fazer o que mais gostam! Para mim o fim-de-semana foi de quatro dias e como já partilhei por aqui, rumei ao sul na sexta-feira para participar no Walking Festival Ameixial, que aconteceu entre dia 28 de Abril e dia 1 de Maio. Se ainda não deram uma vista de olhos pela minha viagem até ao Algarve e viram algumas fotografias dos locais por onde passei, voltem atrás no tempo clicando aqui e regressem para conhecerem o resto da minha aventura pelo Ameixial.

O Ameixial é uma aldeia do concelho de Loulé, atravessada pela Estrada Nacional 2 que foi em tempos, a estrada mais longa de Portugal ligando Faro a Chaves. Situada na serra do Caldeirão oferece paisagens excepcionais, que me fizeram perder o folgo, não só pelo cansaço mas sobretudo pela beleza natural envolvente.


Paisagem na caminhada de Revezes


No primeiro dia de caminhadas decidimos apostar em 15 km de passeio pela natureza. Comprimido das as alergias tomado e lá fui eu. Primeiro de autocarro que nos deixou na aldeia de Revezes, perto do Ameixial, e daí iniciamos a caminhada. Adorei e toda a envolvente ajudou a cumprir a distância a que me tinha desafiado, mas admito que tantas subida e descida me deixou de rastos.
Decidimos (eu e a minha mãe, que me acompanha nestas aventuras de caminhada) nesse dia regressar logo a seguir ao almoço para Loulé, onde ficamos alojadas no Loulé Jardim Hotele aproveitar a estadia no Algarve para explorar outras zonas, como foi o caso do Algar Seco no Carvoeiro e a Praia da Marinha em Lagoa.
Tinha bastante curiosidade em conhecer estes locais, e adorei. Como vos mostrei na última publicaçãono dia anterior tinha visitado a Praia do Camilo e o centro de Lagos e irei com certeza regressar no verão para puder aproveitar a praia e conhecer ainda melhor esta parte algarvia, até porque eu quero muito visitar a gruta de Benagil.


 Algar Seco, Carvoeiro


Praia da Marinha


Dia 29 estava marcada uma caminhada bastante mais pequena para conseguirmos descansar e por isso escolhemos Escrita de Viagens acompanhada pelo escritor Tiago Salazar. Caminhámos cerca de 5 km pela zona do Ameixial, nos quais Tiago Salazar partilhou um pouco das suas viagens e a forma como escreve sobre elas. Gostei bastante apesar do tempo não ter estado do nosso lado, e por essa mesma razão decidimos voltar a Loulé quando terminou a caminhada, até porque por ali não encontrámos nada que nos agradasse para almoçar.
Acabámos por nos meter no carro e descobrir o restaurante Casa dos Presuntos na aldeia da Cortelha, que recomendo sem dúvida a quem andar a passear pela Serra do Caldeirão!


Letra "S" da Escrita do Sudoeste pelas paredes da aldeia do Ameixial

No terceiro e último dia de caminhadas, era suposto voltarmos a fazer uma caminhadas de 15 km pela zona de Azinhal dos Mouros, mas o facto de termos que fazer uma viagem até casa nesse mesmo dia acabou por fazer com que alterássemos os nossos planos e decidimos optar por uma caminhada de 5 km acerca do Caracol, acompanhada por Altair Joaquim, a cara da Caviar Blanc, uma empresa de produção de caviar de caracol. 
Uma caminhada bem divertida e pequenina, com direito a prova de caviar no fim.

Um fim-de-semana relaxante e ao mesmo tempo bastante cansativo. Cheguei a casa um pouco doente provocadas por todas as flores que rodearam os meus dias, mas já estou pronta para outra. Quem daqui também gosta de caminhar? Algumas sugestões de percursos por este Portugal fora?
Protetor solar, boné e bastante água e está na hora da próxima aventura!


You Might Also Like

2 comentários